Iscas de fígado à lisboeta

Ingredientes:
1 kg de bifes de fígado
1 maço de salsinha
5 dentes de alho em fatias bem fininhas 
pimenta do reino (a gosto)
sal (a gosto)
1 colher (sopa) de azeite
vinho tinto (q. b.)

Modo de preparo:
Passe em água corrente os bifes de fígado, deixe escorrer por alguns minutos. Coloque num pirex os bifes temperados com alho, a salsinha muito picadinha, a pimenta do reino, o sal e a colher (sopa) de azeite, ponha vinho o bastante para que os bifes fiquem bem mergulhados. Deixe nessa vinha d’alhos por no mínimo 5 horas. Frite em óleo, e vá colocando os bifes na peça que vai levar à mesa.
Quando todos os bifes estiverem prontos, no óleo que ficou da fritura ponha a vinha d’alhos e deixe ferver, mexendo de vez enquando até que tome corpo. Derrame este molho sobre os bifes e leve em seguida à mesa. Sirva acompanhado de purê de batatas.

Dicas: Procure comprar bifes não muito grossos e livres de veios e daquela película branca do fígado. Não deixe que os bifes fiquem passados demais, pois ficarão duros e perderão o sabor. Só ponha a vinha d’alhos para cozinhar quando tudo já estiver preparado para ir à mesa. Lembre-se que o vinho a ser utilizado deve ser o mesmo que irá acompanhar a refeição, ou um vinho de boa qualidade.

Peixe à Carolina

Foto de Zezé Pina

O açafrão é pelo menos tão antigo como a escrita, conforme consta de registos de tempos muito anteriores à nossa era. Da China ao Egito, da Grécia a Roma, o açafrão sempre foi apreciado pelo seu aroma requintado e propriedades medicinais. Talvez por isso não deva estranhar-se que esta especiaria seja a mais cara do mundo. Confunde-se frequentemente açafrão com curcuma, ou açafrão da terra, produto que se popularizou nos últimos 30 anos, à venda em todos os supermercados por um preço irrisório, quando comparado com o do açafrão.

Ingredientes:
8 filés de pescada branca
1 xícara (chá) de vinho branco seco
½ xícara (chá) de água
1½ xícara (chá) de creme de leite fresco (light se possível)
1 cebola média ralada
2 dentes de alho picados
4 colheres (sopa) de salsinha bem picada
1 colher (café) de pimenta-do-reino
1 colher (café) de tominho
1 colher (café) de mostarda em pó (opcional)
1 colher (café) de estragão
1 colher (café) de açafrão da terra
sal q.b.
queijo ralado tipo parmesão q.b.
azeite para regar

Modo de preparo:
Num pirex, ponha o vinho, a cebola, o alho, a salsinha e os demais temperos. Misture. Coloque a água, regue com azeite (não use mais de 1½ colher de sopa), volte a misturar muito bem e mergulhe os filés de pescada. Deixe marinar por, no mínimo, 2 horas. Leve ao forno até que os filés estejam cozidos e o molho tenha reduzido. Retire do forno e regue com o creme de leite fresco. Bata levemente o pirex na mesa para que o creme de leite fresco se incorpore ao molho da cozedura, salpique queijo ralado e leve a gratinar até obter um leve dourado. Retire do forno, salpique o restante da salsinha e sirva acompanhado de arroz de açafrão ou batatas cozidas.

Ouça o podcast desta receita:
[audio:http://blogs.utopia.org.br/panela/files/peixe-a-carolina.mp3]

Receitas testadas da Zezé Pina