Poema VI (Pablo Neruda)

Te recordo como eras no último outono.
Eras a boina cinza e o coração em calma.
Em teus olhos pelejavam as chamas do crepúsculo.
E as folhas caiam na água de tua alma.

Apegada a meus braços como uma trepadeira,
as folhas recolhiam tua voz lenta e em calma.
Figueira de estupor em que minha sede ardia.
Doce jacinto azul torcido sobre minha alma.

Sinto viajar teus olhos e é distante o outono:
boina cinza, voz de pássaro e coração de casa
fazia onde emigravam meus profundos anseios
e caiam meus beijos alegres como brasas.

Céu desde um navio. Campo desde os cerros.
Tua recordação é de luz, de fumaça, de tanque em calma!
Mais além de teus olhos ardiam os crepúsculos.
Folhas secas de outono giravam em tua alma.

(Tradução de Maria Teresa Almeida Pina)

» Biografia de Pablo Neruda

Poema VI
Pablo Neruda

Te recuerdo como eras en el último otoño.
Eras la boina gris y el corazón en calma.
En tus ojos peleaban las llamas del crepúsculo.
Y las hojas caían en el agua de tu alma.

Apegada a mis brazos como una enredadera,
las hojas recogían tu voz lenta y en calma.
Hoguera de estupor en que mi sed ardía.
Dulce jacinto azul torcido sobre mi alma.

Siento viajar tus ojos y es distante el otoño:
boina gris, voz de pájaro y corazón de casa
hacia donde emigraban mis profundos anhelos
y caían mis besos alegres como brasas.

Cielo desde un navío. Campo desde los cerros.
Tu recuerdo es de luz, de humo, de estanque en calma!
Más allá de tus ojos ardían los crepúsculos.
Hojas secas de otoño giraban en tu alma.

Esta entrada foi publicada em Pablo Neruda e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

1 Response to Poema VI (Pablo Neruda)

  1. Sonia Maria S. Nascimento disse:

    Graças a minha professora conheci alguns dos poemas do Pablo Neruda que até então era desconhecido para mim. Eu gostei muito. Agora eu sei aonde ler poemas e poesias jà que eu não posso comprar livros, que para mim são fora do meu orçamento mensal.
    Obrigada
    Sonia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *