GRANDE SERTÃO VEREDAS

Em 2006, o Brasil e o mundo comemoraram os 50 anos da publicação do romance Grande Sertão Veredas de João Guimarães Rosa. Essa obra prima da literatura universal foi traduzida para diversas línguas e mereceu excelente acolhida tanto dos leitores quanto dos críticos.

Numa linguagem originalíssima, tão rica quanto engraçada – às vezes, muito engraçada – o livro trata dos habitantes do sertão de Minas Gerais, de seu modo de viver e pensar, de seus costumes, crenças e superstições. A trama se desenvolve em torno das guerras entre bandos de jagunços, cada qual com seus motivos e táticas de combate. Mas, entre tantas guerras, dificuldades, problemas, há um espaço para o sonho, a fantasia e até histórias de amor: amores reais, amores impossíveis, amores supreendentes que fascinam o leitor da primeira à última página.

Grande Sertão Veredas foi incluído entre os cem melhores romances de todos os tempos pelo jornal The Guardian da Inglaterra. Viaje no prazer da leitura dessa maravilha de livro: Grande Sertão Veredas, de João Guimarães Rosa. Boa viagem, com certeza.

Ouça aqui o programa:

[audio:http://blogs.utopia.org.br/levi/files/outraspalavras_002-joao-guimaraes-rosa.mp3]
“Outras Palavras” é o programa de literatura de Levi Bucalem Ferrari na Rádio Cultura Brasil.

Sobre levi

Poeta, ficcionista, ensaísta, sociólogo e professor universitário. Presidente da UBE - União Brasileira de Escritores, diretor do Sindicato dos Sociólogos de S. Paulo e Presidente do IPSO - Instituto de Pesquisas e Projetos Sociais e Tecnológicos. Integra a Coordenação do Movimento Humanismo e Democracia e o Conselho de Redação da Revista Novos Rumos. Foi Presidente da ASESP – Associação dos Sociólogos do Estado de São Paulo, Administrador Regional de Santana -Tucuruvi (SP). Coordenador da Proteção dos Recursos Naturais do Estado de São Paulo. Livros Publicados: Burocratas e Burocracias (ensaio, SP, Ed. Semente, 1981); Ônibus 307 – Jardim Paraíso (poesia, SP, Muro das Artes, 1983); A Portovelhaca e as Outras (poesia, SP, Paubrasil, 1984). O Seqüestro do Senhor Empresário (romance, SP, Publisher/Limiar, 1998); O Inimigo (contos, Limiar – SP, 2003). Recebeu o Prêmio de Revelação de Autor da APCA – Associação Paulista de Críticos de Arte e outros. Publicou diversos artigos, contos, crônicas, poemas e resenhas literárias em coletâneas, jornais e revistas.
Esta entrada foi publicada em ESTANTE e marcada com a tag , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.