GRAMÍNEAS

Caio Porfírio Carneiro
Ed. Scortecci

Apesar do nome, este não é um livro de jardinagem. Nem de botânica, nem de agronomia. É um livro no qual se misturam contos, crônicas e poemas. Mas é também uma espécie de diário de viagem que se passa entre São Paulo e Fortaleza, a capital do Ceará. A primeira história foi feita no avião, na ida. A última também foi feita no avião, na volta.

Mas o que interessa mesmo é que – sejam contos, crônicas ou poemas – estamos diante de um grande escritor: Caio Porfírio Carneiro. Ele também cearense, como José de Alencar. Caio transforma qualquer assunto numa leitura agradável. Seu estilo é cheio de humor. De surpresas com as próprias palavras.

Mestre dos mais competentes, Caio percorreu longa carreira literária, com mais de 20 livros publicados. E muitos prêmios importantes. Teve livros traduzidos para diversos idiomas. E conviveu com os maiores escritores de nosso tempo. Tudo isso autoriza Caio a brincar com o título do livro, diz ele: “Se Machado de Assis que era Machado de Assis publicou suas Páginas Recolhidas, por que eu não posso reunir as minhas gramíneas?”

Ouça o programa:

[audio:http://blogs.utopia.org.br/levi/files/outraspalavras_gramineas_caioporfiriocarneiro.mp3]
“Outras Palavras” é o programa de literatura de Levi Bucalem Ferrari na Rádio Cultura Brasil.

Sobre levi

Poeta, ficcionista, ensaísta, sociólogo e professor universitário. Presidente da UBE - União Brasileira de Escritores, diretor do Sindicato dos Sociólogos de S. Paulo e Presidente do IPSO - Instituto de Pesquisas e Projetos Sociais e Tecnológicos. Integra a Coordenação do Movimento Humanismo e Democracia e o Conselho de Redação da Revista Novos Rumos. Foi Presidente da ASESP – Associação dos Sociólogos do Estado de São Paulo, Administrador Regional de Santana -Tucuruvi (SP). Coordenador da Proteção dos Recursos Naturais do Estado de São Paulo. Livros Publicados: Burocratas e Burocracias (ensaio, SP, Ed. Semente, 1981); Ônibus 307 – Jardim Paraíso (poesia, SP, Muro das Artes, 1983); A Portovelhaca e as Outras (poesia, SP, Paubrasil, 1984). O Seqüestro do Senhor Empresário (romance, SP, Publisher/Limiar, 1998); O Inimigo (contos, Limiar – SP, 2003). Recebeu o Prêmio de Revelação de Autor da APCA – Associação Paulista de Críticos de Arte e outros. Publicou diversos artigos, contos, crônicas, poemas e resenhas literárias em coletâneas, jornais e revistas.
Esta entrada foi publicada em ESTANTE e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.