Aníbal Machado – A morte da porta-estandarte, Tati, a garota e outras histórias. Ed. José Olympio.

Até então esgotados, os contos de Aníbal Machado são enfim oferecidos em nova publicação pela José Olympio.

Personalidade singular, o autor é, sem dúvida, um dos melhores contistas de nossa literatura moderna.

Escreveu pouco, mas quase tudo que fez constituiu-se em obras primas e muito originais. Desmente o mito arraigado mito de que o bom escritor publica bastante.

Escritor militante, foi deputado estadual pelo PCB no antigo Estado da Guanabara e presidente do I Congresso de Escritores em 1945.

Mineiro de Sabará destaca-se por contos que prendem a atenção do leitor numa linguagem elevada e ao mesmo tempo já mergulhada nas experimentações modernistas.

Por outro lado, o crítico Fábio Lucas afirma que Aníbal Machado foi o primeiro escritor surrealista no Brasil.

No livro confluem o universo tacanho, religioso e sobrenatural das pequenas cidades mineiras, o cotidiano de desigualdades e violência da metrópole numa combinação de registros psicológicos, absurdos e fantásticos.

Sobre levi

Poeta, ficcionista, ensaísta, sociólogo e professor universitário. Presidente da UBE - União Brasileira de Escritores, diretor do Sindicato dos Sociólogos de S. Paulo e Presidente do IPSO - Instituto de Pesquisas e Projetos Sociais e Tecnológicos. Integra a Coordenação do Movimento Humanismo e Democracia e o Conselho de Redação da Revista Novos Rumos. Foi Presidente da ASESP – Associação dos Sociólogos do Estado de São Paulo, Administrador Regional de Santana -Tucuruvi (SP). Coordenador da Proteção dos Recursos Naturais do Estado de São Paulo. Livros Publicados: Burocratas e Burocracias (ensaio, SP, Ed. Semente, 1981); Ônibus 307 – Jardim Paraíso (poesia, SP, Muro das Artes, 1983); A Portovelhaca e as Outras (poesia, SP, Paubrasil, 1984). O Seqüestro do Senhor Empresário (romance, SP, Publisher/Limiar, 1998); O Inimigo (contos, Limiar – SP, 2003). Recebeu o Prêmio de Revelação de Autor da APCA – Associação Paulista de Críticos de Arte e outros. Publicou diversos artigos, contos, crônicas, poemas e resenhas literárias em coletâneas, jornais e revistas.
Esta entrada foi publicada em ESTANTE e marcada com a tag , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *