Antonio Bivar – Contos atrevidos

As histórias falam de alegria, solidão, lembranças, abandono, decadência. Falam também em artistas, pintores, músicos…

 Segundo o autor, Antonio Bivar, os contos foram escritos à média de dois a quatro por dia, num bloquinho não pautado. E, devido à facilidade com que saíam, o entusiasmo de escrevê-los foi aumentando.

 O resultado é esta coletânea de contos repletos de sentimento nos quais o autor se utiliza da realidade que o cerca para apresentar suas impressões sobre o mundo.

  Ao falar do individual, Bivar trata do sentimento coletivo. A realidade é transformada por meio de sua perspectiva em contos cheios de significado que levam à reflexão.

 

 

“Outras Palavras” é o programa de literatura de Levi Bucalem Ferrari na Rádio Cultura do Brasil.

Sobre levi

Poeta, ficcionista, ensaísta, sociólogo e professor universitário. Presidente da UBE - União Brasileira de Escritores, diretor do Sindicato dos Sociólogos de S. Paulo e Presidente do IPSO - Instituto de Pesquisas e Projetos Sociais e Tecnológicos. Integra a Coordenação do Movimento Humanismo e Democracia e o Conselho de Redação da Revista Novos Rumos. Foi Presidente da ASESP – Associação dos Sociólogos do Estado de São Paulo, Administrador Regional de Santana -Tucuruvi (SP). Coordenador da Proteção dos Recursos Naturais do Estado de São Paulo. Livros Publicados: Burocratas e Burocracias (ensaio, SP, Ed. Semente, 1981); Ônibus 307 – Jardim Paraíso (poesia, SP, Muro das Artes, 1983); A Portovelhaca e as Outras (poesia, SP, Paubrasil, 1984). O Seqüestro do Senhor Empresário (romance, SP, Publisher/Limiar, 1998); O Inimigo (contos, Limiar – SP, 2003). Recebeu o Prêmio de Revelação de Autor da APCA – Associação Paulista de Críticos de Arte e outros. Publicou diversos artigos, contos, crônicas, poemas e resenhas literárias em coletâneas, jornais e revistas.
Esta entrada foi publicada em ESTANTE e marcada com a tag , , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

2 respostas a Antonio Bivar – Contos atrevidos

  1. Terezinha Eduardo Fernandes disse:

    Sou fã do escritor, sua trajetória de vida muito me tocou. Antonio Bivar é um exemplo de um caráter impressionante. O livro “Contos Atrevidos” me tocou de uma forma muito intensa. Me identifiquei. Escrevo muito, mas nunca editei um livro. Também sou um expectador da vida e procuro conhecer história de vidas e escrever sobre elas. Deixo ao escritor um beijo no coração.

  2. Sandra disse:

    Gostaria muito que essa pessoa, Antonio Bivar, entrasse em contato comigo , sei de um lugar muito lindo e acredito que êle vai amar pela beleza e simplicidade. Não o conheço pesoalmente mas conheço pessoas que já conviveram e tem históricos de vida semelhantes nas buscas. Por favor, me permita conversar um pouco com vc, sei que vai gostar. Sobre O passageiro do fim do universo, uma lembrança do Douglas Adams, outro dia encontrei um amigo , o Zeca Baleiro e falamos do Lawrence Ferlinghetti. Gostaria que me conectasse, meu telefone é 48-32328066 e moro na Lagoa em Florianopolis na Ponta das Almas, um sambaqui lindo, vc vai gostar e amar, escreva, vou esperar, ou ligue, é bom ouvir a voz,Sandra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.