Julio Travieso Serrano – Chuva Sobre Havana

O narrador conhece profundamente todos os personagens, e com eles percorre as ruas e meandros de Havana. É um jornalista que combateu o regime de Batista, mas depois caiu em desgraça e viu desmoronar sua vida familiar e profissional. Em sua trajetória, cruza com outras figuras que lutam pela sobrevivência.

Prostitutas e cafetões são personagens fortes nesse mundo povoado por coadjuvantes que exercem as mais variadas atividades profissionais e formam um mosaico humano. É também como se estivesse criando um mosaico que o autor estrutura seu livro: as histórias seguem em paralelo e aos poucos vão convergindo de forma dramática, revelando sua posição nesse grande quebra-cabeça.

Mónica, a bela prostituta que se transforma no amor de sua vida e o resgata do fundo do poço; Malú, também prostituta, melhor amiga de Mónica e que se transforma em elemento decisivo para a mudança radical na vida de todos; Francis, seu melhor amigo e companheiro na luta contra o regime de Batista, que também caiu em desgraça, mas conserva o bom humor. Os cafetões Camel e Pichi, cujas vidas acabam se enredando de maneira trágica. Em torno deles, giram dezenas de personagens que, de uma forma ou de outra, revelam aspectos da realidade cubana.

Paralelamente também, ao leitor é oferecido um outro retrato da vida em Havana. As ruas, os bairros, os lugares mais conhecidos vão fornecendo detalhes e compondo em grandes pinceladas um amplo painel da revolução cubana, real, verdadeiro. Sem fazer uma crítica aberta, pelo contrário, expondo todo o seu amor por Cuba e por sua gente, o autor vai expondo os problemas, as limitações, a censura, as dificuldades do dia-a-dia de maneira profundamente reveladora.

 

 

“Outras Palavras”  é  o  programa de literatura de Levi Bucalem Ferrari na Rádio Cultura Brasil.

Sobre levi

Poeta, ficcionista, ensaísta, sociólogo e professor universitário. Presidente da UBE - União Brasileira de Escritores, diretor do Sindicato dos Sociólogos de S. Paulo e Presidente do IPSO - Instituto de Pesquisas e Projetos Sociais e Tecnológicos. Integra a Coordenação do Movimento Humanismo e Democracia e o Conselho de Redação da Revista Novos Rumos. Foi Presidente da ASESP – Associação dos Sociólogos do Estado de São Paulo, Administrador Regional de Santana -Tucuruvi (SP). Coordenador da Proteção dos Recursos Naturais do Estado de São Paulo. Livros Publicados: Burocratas e Burocracias (ensaio, SP, Ed. Semente, 1981); Ônibus 307 – Jardim Paraíso (poesia, SP, Muro das Artes, 1983); A Portovelhaca e as Outras (poesia, SP, Paubrasil, 1984). O Seqüestro do Senhor Empresário (romance, SP, Publisher/Limiar, 1998); O Inimigo (contos, Limiar – SP, 2003). Recebeu o Prêmio de Revelação de Autor da APCA – Associação Paulista de Críticos de Arte e outros. Publicou diversos artigos, contos, crônicas, poemas e resenhas literárias em coletâneas, jornais e revistas.
Esta entrada foi publicada em ESTANTE e marcada com a tag , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.