A SENHORA DAS VELAS

Walcyr Carrasco
Ed. ARX

O sonho de Felipe era prenúncio de que algo em sua vida estava para mudar. Nele, uma senhora de olhos amendoados apagava duas velas e um menino com asas nos pés o levava para um lugar desconhecido. Mas o frio que vinha da janela era real demais, e o sonho não parecia mais sonho – ele era só o começo de uma longa jornada de buscas por algo desconhecido.

Decidido a decifrar o enigma encerrado naquele sonho, Felipe empreende uma viagem emocionante, em que se mesclam elementos mitológicos e uma suave interpretação para o tempo que cada um de nós tem na Terra, a vida tal qual a conhecemos. A Senhora das Velas é a guardiã da vida, a decisora da morte, mas Felipe pretende ir até ela para rogar-lhe pela vida.

A Senhora das Velas é um livro terno, original e empolgante sobre a confiança e o amor, sobre os pecados de cada um e a verdade que nos une a todos. Puro encantamento. A Senhora das Velas de Walcyr Carrasco foi publicado pela Editora ARX.


“Outras Palavras”, programa de literatura de Levi Bucalem Ferrari na Rádio Cultura Brasil.

Sobre levi

Poeta, ficcionista, ensaísta, sociólogo e professor universitário. Presidente da UBE - União Brasileira de Escritores, diretor do Sindicato dos Sociólogos de S. Paulo e Presidente do IPSO - Instituto de Pesquisas e Projetos Sociais e Tecnológicos. Integra a Coordenação do Movimento Humanismo e Democracia e o Conselho de Redação da Revista Novos Rumos. Foi Presidente da ASESP – Associação dos Sociólogos do Estado de São Paulo, Administrador Regional de Santana -Tucuruvi (SP). Coordenador da Proteção dos Recursos Naturais do Estado de São Paulo. Livros Publicados: Burocratas e Burocracias (ensaio, SP, Ed. Semente, 1981); Ônibus 307 – Jardim Paraíso (poesia, SP, Muro das Artes, 1983); A Portovelhaca e as Outras (poesia, SP, Paubrasil, 1984). O Seqüestro do Senhor Empresário (romance, SP, Publisher/Limiar, 1998); O Inimigo (contos, Limiar – SP, 2003). Recebeu o Prêmio de Revelação de Autor da APCA – Associação Paulista de Críticos de Arte e outros. Publicou diversos artigos, contos, crônicas, poemas e resenhas literárias em coletâneas, jornais e revistas.
Esta entrada foi publicada em ESTANTE e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

10 respostas a A SENHORA DAS VELAS

  1. Scheila Mendes disse:

    Adorei o livro ele é muito interessante!e nos monstra o quanto é importante a confiança do amor!Adorei essa frase!

  2. Mariana Figueiredo disse:

    a minha professora de LEITURA leu , e eu amei ! amei tanto que chorei (e olha , que é dificil eu chorar )!
    e Walcyr Carrasco é o nome da minha sala , e tenho ORGULHO de estudar nela !
    pois ele bom , em tudo o que ele faz : seja em – livros,novelas- !
    ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

  3. nemeremo amigo da mariana disse:

    ah, mariana, o livro é legal, mas pára de chorar. Nossa, você só chora!

  4. Joyce (amiga da Mariana e do tonto do Nemer) disse:

    Nossa esses doidos !
    O livro é realmente bom ! amei , super legal ♥
    Parabens WalcyR ☺

  5. Francisco bixinha disse:

    Valeu, eu estava precisando pra um trabalho de literatura, tirei nota 10.

  6. ivanir disse:

    odiei pois comta uma historia muito triste chorei um rio de lagrimas.

  7. Eduardooooooooo dudugmassirer@hotmail.com add lá disse:

    Bá o livro é mt bala meu :]

  8. Eduardooooooooo dudugmassirer@hotmail.com add lá disse:

    é mt legal o.0

  9. Em 2007 uma amiga minha tinha me dito que esse livro era realmente bom, e que dava uma visão diferente da vida. E depois de tanto tempo fui a biblioteca e peguei o livro e sinceramente me indentifiquei muito com ele pois perdi minha mãe também quando era mais novo e passei por muitas dificuldades e é verdade: o amor supera tudo ! walcyr parabéns meu amigo .

  10. Anezia disse:

    Li e amei . E endiquei

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.