Viajar para o Uruguai

Viajamos muitas vezes pela Pluna. Gosto de prestigiar empresas locais, os aviões são novos e eles são muito pontuais. Mas desisti…

Aconteceu um incidente em abril que foi a gota d´água: estávamos em 5 pessoas, com reserva de volta confirmada há duas semanas e, ao fazer o check-in, o atendente verificou nossas reservas e nos perguntou se aceitaríamos US$ 150,00 cada um pra viajarmos no dia seguinte. Estavam com overbooking.

Não aceitamos e o atendente voltou a nos questionar em tom ameaçador: Têm certeza? Mesmo?

Então, nos deixaram de lado, esperando por 15 minutos pra nos informar que não tínhamos reservas nesse avião. Falamos com a chefe que nos destratou em público. Tive que incomodar meu agente de viagens no domingo à noite, falei com ele várias vezes (chamadas internacionais) até que ele pudesse contatar o agente da Pluna no Brasil e resolver o problema. Levou mais uma hora e meia. Nos últimos minutos do embarque a coisa se resolveu graças ao meu agente, e ainda aproveitaram pra nos estressar um pouco mais cobrando 3 quilos de excesso de bagagem (média de 0,6 kg por pessoa).

A Pluna agora também cobra os lanches no avião e te oferece somente um salgadinho frito, gorduroso e salgado, pra te deixar louco por uma bebida, paga, é claro. Têm um cardápio variado, mas pouca quantidade de cada item. Quando chegam ao final do avião, só restam os lanches que ninguém quis. Daqui a pouco estarão cobrando a ida ao banheiro!

Além disso, se você não fizer o check-in via internet, paga US$ 20 pra despachar a mala.

Existem vôos diretos pela Tam. A Gol também vai pra Montevidéu, mas faz escala em Porto Alegre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *