Arquivo da tag: tempo

O tempo (José Luis Appleyard)

Já é ontem porém então era sempre um trasladar de horários imutáveis. Desde a noite ao sol. Cada semana era distinta e igual à seguinte. A criança desdenhava o calendário e seu patrão relógio era o cansaço. Idade sem equinócios, … Continue lendo

Publicado em José Luis Appleyard | Com a tag , , | Deixar um comentário

O tempo meus amigos (José Luis Appleyard)

Saber que os amigos não necessitam de tempo, saber que são os mesmos e todavia alheios àqueles que o foram quando os anos nossos nos brindaram sua essência do “companheiro eterno”. Porém voltam, persistem e são tempo e castigo: a … Continue lendo

Publicado em José Luis Appleyard | Com a tag , , | Deixar um comentário

A tartaruga (Pablo Neruda)

A tartaruga que andou tanto tempo e tanto viu com seus antigos olhos, a tartaruga que comeu azeitonas do mais profundo mar, a tartaruga que nadou sete séculos e conheceu sete mil primaveras, a tartaruga blindada contra o calor e … Continue lendo

Publicado em Pablo Neruda | Com a tag , , | Deixar um comentário

Rosto de ti (Mario Benedetti)

Tenho uma solidão tão concorrida tão cheia de nostalgias e de rostos teus de adeuses faz tempo e beijos bem vindos de primeiras de troca e de último vagão. Tenho uma solidão tão concorrida que posso organizá-la como uma procissão … Continue lendo

Publicado em Mario Benedetti | Com a tag , , | Deixar um comentário