Arquivo da categoria: entradas

Bolinho de arroz

Bolinho de arroz

Ingredientes:
1 tablete de caldo de galinha
3 ovos
2 colheres (sopa) de salsa picadinha
1 xícara (chá) de farinha de trigo
2 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado
3 xícaras (chá) de arroz cozido
1 colher (sopa) de fermento químico
óleo q.b. para fritar

Modo de fazer:
Em uma tigela, dissolva o caldo de galinha em três colheres (sopa) de água quente. Junte os ovos, a salsa, a farinha, o queijo ralado, o arroz e o fermento. Misture bem até ficar uma massa homogênea. Deixe descansar por 30 minutos. Com a ajuda de duas colheres (sopa) modele os bolinhos e vá pingando as porções de massa no óleo quente. Frite até ficarem bem dourados. Escorra em papel absorvente e sirva a seguir.

Dica: para a fritura coloque óleo suficiente que cubra os bolinhos e depois do óleo estar quente vá controlando a temperatura para que eles não fiquem louros por fora e crus por dentro.

Sardinhas na panela de pressão

Sardinhas na panela de pressão

Ingredientes:
1 kg de sardinhas fresca (fechada, limpa e sem cabeça)
1/2 xícara (chá) de óleo
1/2 xícara (chá) de azeite
1 copo (200 ml) de vinagre
1 xícara (chá) de água
8 tomates maduros em fatias
3 cebolas médias fatiadas em anéis
2 dentes de alho fatiados (bem fininhos)
3 raminhos de salsa
sal q.b
pimenta-do-reino q.b
ervas finas q.b (opcional)

Modo de Preparo:
Em uma panela de pressão coloque uma camada de tomate fatiado, uma camada de anéis de cebola, uma camada de sardinha, salpique os temperos e volte a repetir as camadas.

Coloque o vinagre com o sal e a água já misturado na panela, ponha o óleo e o azeite.

Tampe a panela e ligue em fogo alto até pegar pressão. Depois abaixe o fogo e deixe cozinhar por 1 hora aproximadamente. Desligue o fogo e só abra a panela quando estiver bem fria. Coloque em uma vasilha e leve à geladeira.

Dica: Você pode temperar as sardinhas com sal e deixar tomando gosto, nesse caso não é necessário adicionar sal ao vinagre. Você pode usar uma xícara (chá) de óleo, dispensando o azeite.

Strudel de espinafre e gorgonzola

Ingredientes:
1 pacote de massa-folhada laminada
1 dente de alho picado
3 colheres (sopa) de manteiga
1 maço de espinafre cozido, escorrido e picado
250g de queijo tipo gorgonzola esmigalhado
½ xícara de leite
sal q.b.
pimenta-do-reino q.b.
2 ovos
¼ de xícara de queijo tipo prato ralado ou meia-cura (opcional)

Modo de preparo:
Coloque o alho numa panela com a manteiga. Junte o espinafre e cozinhe em fogo alto por alguns minutos. Leve o queijo gorgonzola ao fogo baixo com o leite até derreter.

Acrescente ao espinafre e tempere a gosto. Cozinhe em fogo lento até obter uma consistência cremosa. Retire do fogo, coloque numa vasilha e deixe esfriar completamente. Junte os ovos batidos e o queijo ralado. Misture bem.

Antes de espalhar o recheio, polvilhe com farinha de rosca toda a superfície da massa aberta.

Couve-flor gratinada

Ingredientes:
1 couve-flor
4 colheres de sopa de manteiga
4 colheres de sopa de farinha de trigo
3 xícaras (chá) de leite
1/2 xícara (chá) de parmesão ralado
1 de xícara (chá) de creme de leite
sal e pimenta do reino (q.b.)
pitada de noz-moscada.

Modo de preparo:
Lave bem a couve-flor, corte as flores e cozinhe-as no vapor. Coloque em uma pequena panela a manteiga, leve ao fogo, acrescente a farinha e misture bem. Quando parecer uma pasta, acrescente aos poucos o leite misturando muito bem para não empelotar. Leve à fervura e ferva em fogo baixo por 5 minutos. Retire do fogo acrescente o parmesão, sal, pimenta-do-reino e noz moscada. Misture e acrescente o creme de leite. Unte um refratário com manteiga, arrume as florzinhas de couve-flor. Cubra com o molho e salpique com mais um pouco de parmesão e pelotinhas de margarina. Leve ao forno pré-aquecido para gratinar.

Bolinhos de bacalhau à moda da minha mãe

Ingredientes:
1kg de bacalhau
700g de batatas cozidas e espremidas
1 ½ xícara (chá) de salsinha bem picadinha
4 gemas
4 claras em neve
1 colher (chá) de pimenta-do-reino
1 colher (chá) de colorau
1 dente de alho muito bem picadinho
1 colher (sobremesa) de fermento em pó
sal q.b.
óleo para fritura q.b.

Modo de preparo:
Deixe o bacalhau de molho por 24 horas, trocando-lhe a água pelo menos 5 vezes. Cozinhe o bacalhau em água sem sal. Assim que esteja cozido, tire-lhe as espinhas e as peles, e desfie-o muito bem. Junte as batatas já espremidas, a salsinha, as gemas ligeiramente batidas, a pimenta-do-reino, o colorau e o alho picadinho. Misture muito bem até obter uma massa homogênea. Prove e veja se há necessidade de acrescentar sal.

Junte o fermento e as claras batidas em neve. Envolva muito bem, mas delicadamente. Deixe descansar por aproximadamente 20 minutos. Coloque o óleo para aquecer em frigideira funda, de maneira que os bolinhos fiquem imersos no óleo durante a fritura.

Os bolinhos são moldados, com a ajuda de duas colheres de sopa, na hora de serem fritos, da seguinte maneira: com uma das colheres, apanhe na tigela a quantidade de massa que a encha; em seguida, modele o bolinho passando a massa de uma colher para a outra até obter um formato oval; deixe-o cair diretamente na frigideira, deixe dourar e retire para uma travessa forrada com papel absorvente para sair o excesso de óleo.

Dica: Se achar que a massa precisa de mais consistência, junte uma ou duas colheres de farinha de trigo. Use apenas o lombo do bacalhau para fazer os bolinhos. Em Portugal chamam-se “pastéis” de bacalhau.

Ouça o podcast desta receita:
[audio:http://blogs.utopia.org.br/panela/files/bolinhos-de-bacalhau.mp3]

Berinjelas da Wilma

Ingredientes:
3 berinjelas
2 tomates bem vermelhos (firmes)
1 pimentão vermelho
1 pimentão amarelo
2 cálices de Vinho do Porto
100g de uva passa
100g de nozes picadas
100g de azeitonas pretas fatiadas
1 cebola média fatiada (fatias bem finas)
orégano q.b.
salsa picada q.b.
erva-doce q.b.
azeite q.b.
manjericão q.b.
pimenta-do-reino q.b.
vinagre (opcional) q.b.

Modo de preparo:
Corte as berinjelas com a casca em cubinhos e vá deixando de molho em água temperada com sal e vinagre. Quando todas as berinjelas estiverem cortadas escorra e ponha para ferver em água com sal (cuidado com a quantidade de sal, pois as berinjelas já estiveram em água salgada anteriormente). Após o cozimento deixe escorrer (num escorredor para macarrão será o ideal).

Afervente a uva passa no Vinho do Porto e reserve.

Pique os tomates (sem sementes), o pimentão vermelho, o pimentão amarelo, junte as fatias de cebola, a salsa, o orégano, a erva-doce, o manjericão, a pimenta-do-reino, a uva passa e o Vinho do Porto que sobrou da fervura, as nozes bem picadinhas, o azeite e o vinagre. Mexa todos os ingredientes muito bem. Vai muito bem com torradinhas pó pão preto.

Dica: O ideal é que seja feito de véspera para absorver bem os temperos.