Lygia Fagundes Telles – As Horas Nuas

Eis mais um romance de Lygia Fagundes Telles na plenitude de sua criação literária.

Aqui os delírios, os medos, as frustrações e os sonhos são mostrados em sua plenitude e sem eufemismos e sem. Não escamotear aquilo que se passa na intimidade de cada um.

Rosa Ambrósio, uma atriz de teatro decadente e quase sempre alcoolizada, passa em revista os amores de sua vida.

O primo Miguel, sua paixão adolescente que morreu de overdose por volta dos vinte anos.

Gregório, seu marido, virou um homem taciturno depois que foi torturado pela ditadura militar.

E Diogo, seu amante e último companheiro, trocou-a por moças mais jovens.

Trabalhando com alteridades tanto na linguagem como na narrativa, Lygia, mais uma vez, mostra o quanto somos diferentes e iguais naquilo que não sabemos.

Alternando vozes e pontos de vista, passando do fluxo interno de consciência à narrativa em terceira pessoa, a autora põe em cena temas como o movimento feminista, a cultura de massa, a AIDS, as drogas.

Entre muitos outros prêmios, Lygia Fagundes Telles recebeu o Troféu Juca Pato de Intelectual do Ano de 2008 oferecido pela União Brasileira de Escritores.

“Outras Palavras” é o programa de literatura de Levi Bucalem na Rádio Cultura do Brasil.

Sobre levi

Poeta, ficcionista, ensaísta, sociólogo e professor universitário. Presidente da UBE - União Brasileira de Escritores, diretor do Sindicato dos Sociólogos de S. Paulo e Presidente do IPSO - Instituto de Pesquisas e Projetos Sociais e Tecnológicos. Integra a Coordenação do Movimento Humanismo e Democracia e o Conselho de Redação da Revista Novos Rumos. Foi Presidente da ASESP – Associação dos Sociólogos do Estado de São Paulo, Administrador Regional de Santana -Tucuruvi (SP). Coordenador da Proteção dos Recursos Naturais do Estado de São Paulo. Livros Publicados: Burocratas e Burocracias (ensaio, SP, Ed. Semente, 1981); Ônibus 307 – Jardim Paraíso (poesia, SP, Muro das Artes, 1983); A Portovelhaca e as Outras (poesia, SP, Paubrasil, 1984). O Seqüestro do Senhor Empresário (romance, SP, Publisher/Limiar, 1998); O Inimigo (contos, Limiar – SP, 2003). Recebeu o Prêmio de Revelação de Autor da APCA – Associação Paulista de Críticos de Arte e outros. Publicou diversos artigos, contos, crônicas, poemas e resenhas literárias em coletâneas, jornais e revistas.
Esta entrada foi publicada em ESTANTE e marcada com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.