Menalton Braff – Castelos de papel

Num dia comum, brincando com os netos num parque, um empresário milionário se depara com um sorveteiro, cujo simples olhar desencadeia toda uma verdadeira reviravolta existencial, com conseqüências que beiram o delírio.

É a partir desse encontro casual que Alberto repassa para si mesmo uma vida de vitórias, conquistadas nem sempre pelo esforço e pela competência profissional, mas muitas vezes com falcatruas, subornos, traições.

O aspecto épico desta obra aparece na nova batalha que o protagonista tem pela frente.  Agora não com seus inimigos, mas consigo mesmo. Este usa disfarces que ora o confundem com o sorveteiro, ora com o filho, ora com a própria esposa.

É nesse território de sombras que o velho guerreiro terá que lutar, exposto a encontros nada agradáveis com personagens do passado, supostamente enterrados, mas que agora ressurgem.

Tendo como fio condutor o drama de Alberto, o narrador vai aqui e ali traçando o perfil psicológico de outros membros da família.

Ao final, o romance pode ser lido também como uma viagem pelos meandros de uma família de classe alta no Brasil moderno, vivendo ao mesmo tempo sob a proteção do patriarca e sob o medo da violência urbana.

 

 

“Outras Palavras” é o programa de literatura de Levi Bucalem Ferrari na Rádio Cultura do Brasil.

Sobre levi

Poeta, ficcionista, ensaísta, sociólogo e professor universitário. Presidente da UBE - União Brasileira de Escritores, diretor do Sindicato dos Sociólogos de S. Paulo e Presidente do IPSO - Instituto de Pesquisas e Projetos Sociais e Tecnológicos. Integra a Coordenação do Movimento Humanismo e Democracia e o Conselho de Redação da Revista Novos Rumos. Foi Presidente da ASESP – Associação dos Sociólogos do Estado de São Paulo, Administrador Regional de Santana -Tucuruvi (SP). Coordenador da Proteção dos Recursos Naturais do Estado de São Paulo. Livros Publicados: Burocratas e Burocracias (ensaio, SP, Ed. Semente, 1981); Ônibus 307 – Jardim Paraíso (poesia, SP, Muro das Artes, 1983); A Portovelhaca e as Outras (poesia, SP, Paubrasil, 1984). O Seqüestro do Senhor Empresário (romance, SP, Publisher/Limiar, 1998); O Inimigo (contos, Limiar – SP, 2003). Recebeu o Prêmio de Revelação de Autor da APCA – Associação Paulista de Críticos de Arte e outros. Publicou diversos artigos, contos, crônicas, poemas e resenhas literárias em coletâneas, jornais e revistas.
Esta entrada foi publicada em ESTANTE e marcada com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.