Raul Pompéia – O Ateneu

Tido como um dos mais importantes livros do século XIX, este livro é considerado por muitos como o único romance impressionista da literatura brasileira.

 Obra de difícil enquadramento na história da literatura e espécie de desabafo do autor, ela é dona de uma originalidade fascinante.

Nela, o protagonista Sérgio narra seus dois anos de vida neste internato para meninos, que de fato existiu no Rio de Janeiro do século XIX.

O personagem faz amarga crítica ao ambiente do internato e aos seus personagens. Entre eles, Aristarco, o diretor; Sanches e Egbert, colegas que nutrem entre si uma amizade equivoca e doentia, além de Ema, esposa de Aristarco, o diretor que Sérgio não vê com bons olhos em virtude da sua presunção e elevada dose de auto-idolatria.

A obra supera a motivação autobiográfica pela técnica inigualável do exímio narrador, o imortal Raul Pompéia.

 

 

“Outras Palavras” é o programa de literatura de Levi Bucalem Ferrari na Rádio Cultura do Brasil.

Sobre levi

Poeta, ficcionista, ensaísta, sociólogo e professor universitário. Presidente da UBE - União Brasileira de Escritores, diretor do Sindicato dos Sociólogos de S. Paulo e Presidente do IPSO - Instituto de Pesquisas e Projetos Sociais e Tecnológicos. Integra a Coordenação do Movimento Humanismo e Democracia e o Conselho de Redação da Revista Novos Rumos. Foi Presidente da ASESP – Associação dos Sociólogos do Estado de São Paulo, Administrador Regional de Santana -Tucuruvi (SP). Coordenador da Proteção dos Recursos Naturais do Estado de São Paulo. Livros Publicados: Burocratas e Burocracias (ensaio, SP, Ed. Semente, 1981); Ônibus 307 – Jardim Paraíso (poesia, SP, Muro das Artes, 1983); A Portovelhaca e as Outras (poesia, SP, Paubrasil, 1984). O Seqüestro do Senhor Empresário (romance, SP, Publisher/Limiar, 1998); O Inimigo (contos, Limiar – SP, 2003). Recebeu o Prêmio de Revelação de Autor da APCA – Associação Paulista de Críticos de Arte e outros. Publicou diversos artigos, contos, crônicas, poemas e resenhas literárias em coletâneas, jornais e revistas.
Esta entrada foi publicada em ESTANTE e marcada com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Uma resposta a Raul Pompéia – O Ateneu

  1. Tamiris disse:

    Olá! Sou estudante caloura de Letras, na faculdade do Rio Grande do Sul (UFRGS). Nesse primeiro semestre, tenho uma cadeira de clássicos da literatura brasileira e terei que entregar, como avaliação, um projeto de algum foco literário (personagem, história, desenvolvimento, romance, autor, modo etc). Meu interesse é justamente fazer um projeto com foco no “O Ateneu”, considerando que é o único livro impressionista da lit. brasileira e o aspecto psicológico do autor e do Sérgio na obra. Gostaria de saber se você teria alguma dica, sobre onde você acha que devo me focar, aspectos “bons” ou “ruins” da obra (na sua consideração) só para ter uma opinião externa. Se não quiser, não me sentirei ofendida.
    Agradeço desde já
    Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.