MACHADO DE ASSIS – BIOGRAFIA

Neste ano, o Brasil comemora o centenário da morte de Joaquim Maria Machado de Assis, tido por muitos como o melhor escritor brasileiro. Segundo o crítico norte-americano, Harold Bloom, Machado está entre os 100 maiores gênios da literatura de todos os tempos, ao lado de clássicos como Dante, Shakespeare e Cervantes. E é também o melhor escritor negro da literatura ocidental.

De família pobre, filho de um pintor de paredes, descendente de escravos, Machado tinha ainda graves problemas de saúde: era epilético e gago. Ficou órfão de mãe muito cedo.

Não freqüentou escola regular, mas, com a morte do pai, passou a trabalhar como vendedor de doces num colégio do bairro. Ali, teve contato com professores e alunos e é provável que tenha assistido às aulas quando não estava trabalhando.

Desta forma, mesmo sem escolaridade regular, e com todas as dificuldades já mencionadas, o menino Joaquim empenhou-se em estudar e se tornou, ainda muito jovem, um dos maiores intelectuais do país.

Aprendeu diversas línguas e leu, além dos clássicos, os escritores mais importantes de seu tempo. Foi fundador e primeiro presidente da Academia Brasileira de Letras.

A biografia de Machado é um exemplo inquestionável da importância da leitura. Não fosse por seu exercício, o Brasil e o mundo não teria a obra deste grande gênio. Por enquanto é só, caros ouvintes. Em outras ocasiões falaremos sobre livros e textos do imortal Machado de Assis.

Ouça aqui o programa:

[audio:http://blogs.utopia.org.br/levi/files/0173-machado-de-assis-biografia-geral.mp3]
“Outras Palavras” é o programa de literatura de Levi Bucalem Ferrari na Rádio Cultura Brasil.

Sobre levi

Poeta, ficcionista, ensaísta, sociólogo e professor universitário. Presidente da UBE - União Brasileira de Escritores, diretor do Sindicato dos Sociólogos de S. Paulo e Presidente do IPSO - Instituto de Pesquisas e Projetos Sociais e Tecnológicos. Integra a Coordenação do Movimento Humanismo e Democracia e o Conselho de Redação da Revista Novos Rumos. Foi Presidente da ASESP – Associação dos Sociólogos do Estado de São Paulo, Administrador Regional de Santana -Tucuruvi (SP). Coordenador da Proteção dos Recursos Naturais do Estado de São Paulo. Livros Publicados: Burocratas e Burocracias (ensaio, SP, Ed. Semente, 1981); Ônibus 307 – Jardim Paraíso (poesia, SP, Muro das Artes, 1983); A Portovelhaca e as Outras (poesia, SP, Paubrasil, 1984). O Seqüestro do Senhor Empresário (romance, SP, Publisher/Limiar, 1998); O Inimigo (contos, Limiar – SP, 2003). Recebeu o Prêmio de Revelação de Autor da APCA – Associação Paulista de Críticos de Arte e outros. Publicou diversos artigos, contos, crônicas, poemas e resenhas literárias em coletâneas, jornais e revistas.
Esta entrada foi publicada em ESTANTE e marcada com a tag , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *